quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Valeu teu pique, estrela cadente.. até nunca mais ♪

(...)Certa noite, uma estrela cadente passou pelo meu céu e parou.
Me mostrou lugares, sabores, cores e histórias que nunca vira antes.
Me inebriei com o seu encanto, sua beleza rara.
Quase acreditei em tudo que ela me disse, e me entreguei. Mas estrelas cadentes se vão...
E ela partiu no seu pique, sem dizer um "adeus".
Mas como, mas por que, mas como?
Hoje meu céu é turvo; depois desta estrela cadente, nenhuma estrela foi capaz de me encantar, e de dar vida ao meu céu.

...
Vento de maio - Lô Borges

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Independência?

O que comemorar? Jaqueline roriz ilesa, bandidos só de passagem pelas delegacias, corrupção, covardia e desfalque pra todos os lados, fome, desolação, dívidas, violência, governos corruptos pra todos os lados, cidade suja, professores da rede municipal sendo humilhados pelo excelentissimo prefeito (des)Aparecido Staut (esse vai dormir com as vaias do povo hoje no desfile), preconceito com os homosexuais.. putz, tanta coisa. Será mesmo que temos o que comemorar? Algo nessa nossa nação nos dá orgulho? Já deu.. em muitos momentos da história sentimos orgulho em sermos brasileiros. Mas e o hoje?
Dizem que a história só se repete, e se isso realmente for verdade, e não só coincidência. caminhamos para um estopim, um ponto de ebulição de algo que vai revolucionar. Assim o espero.
Precisamos gritar novamente, e mais alto:
- INDEPENDÊNCIA OU MORTE!