segunda-feira, 26 de abril de 2010



Então me diz o que que eu faço com essa Felicidade inventada, incompleta e paradoxal que o destino insistiu em me arranjar?
Dia e noite, sim e não, fogo e água, flor que brota no asfalto
Como faço pra completar?

Tempos dificeis, meus caros.